sábado, 23 de fevereiro de 2013

Cartas Extraviadas - Martha Medeiros


 

Acho que todo mundo conhece a Martha ou pelo menos já leu algo dela por ai.
Eu confesso que ainda que muitas das minhas paixões foram alimentadas com os textos dela, eu efetivamente fui apresentada a autora na Bienal do Livro pela Beea ♥ (te extraño cochina) através do livro Divã no ano passado?, não lembro hahahahaha. A partir dai, foi só amores.

Pra quem duvida da minha opinião, fiquem com a do Caio F. Abreu: “A poesia da Martha acontece o tempo todo, do lado de dentro ou de fora da gente. Por ser poeta, ela consegue captá-la e dar-lhe a mais sensível e contemporânea das formas. Então, comove.”


Cartas Extraviadas, é uma coletânea de escritos da Martha Medeiros, são 108 poemas e 5 cartas que foram escritas mas não foram enviadas ao seu destino. Vou confessar que me identifiquei muito com essas cartas. Eu vivo escrevendo coisas endereçadas a certas pessoas mas, que são escritas para não chegarem ao seu destino também.



O livro é um pocket ♥ (love it) publicado pela LPM e os aspectos físicos e gráficos são muito bem cuidados. A capa traz uma estante com objetos que fazem referências aos contos.

O poema que mais gostei (meldels como foi difícil chegar a esta escolha) foi esse:

o que me prejudica
é essa mania de dizer a verdade
quando deveria mentir
e fingir que estou à vontade
quando na verdade machuca


E este é um trechinho da carta que mais me encantou ♥: 

"Pra mim e pra você, escrevo que, daqui de onde me encontro, você está longe e perto, e eu estou sozinho e não. Do que sinto, aviso que é forte mas não é perigoso, é como um grande lado sereno, eu sou o píer, quase me precipito, você é todo o resto, toda água, tudo o que há. Mas somos dois e em vez de par, somos ímpares. Estou possuído por você e ao mesmo tempo permaneço impermeável, amo a seco, e rendido."





2 comentários:

  1. 1. MUITO obrigada pela visita ao Toca, fiquei muito contente, especialmente por me trazer até aqui :)

    2. Amei o título do blog!

    3. Cartas Extraviadas já esteve em minhas mãos algumas vezes, mas nunca o trouxe pra casa. Com esse intervalo enorme entre o vício de leitura da adolescência e o tempo sem ler por conta da correria (vida acadêmica + trabalho), acumulei pilhas e pilhas de títulos que queria ler e ele acabou ficando atrás de alguns outros na hora de comprar.

    Dai surgiu a ideia do Clube do Livro, pra tentar retomar o ritmo de leitura. Falando nisso...

    4. Que bom que decidiu participar do Clube! Um dos objetivos, como digo lá, é justamente esse, reunir pessoas que gostem ou queiram começar a ler e fazermos um grupão de amigos.

    De volta ao livro da Martha, se encontrá-lo num preço bacana vou subir na lista dos desejados =D

    Beijos,
    www.tocadathamy.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thamy muito obrigada por ter vindo aqui. Estou saltitante =) e sem palavras...

      Excluir